Quem sou eu

Minha foto

Nascido em 15/06/1964, sou um dinossauro me aventurando em um mundo essencialmente de jovens.
No entanto, sou um homem moderno, light, portanto insosso e incapaz de sintetizar essa enorme massa de informação a que tenho acesso. 

Viajante do Google Street View.

Já perdi o que nunca tive.
Tenho saudades de um tempo em que nunca vivi.
Tenho saudades de lugares onde nunca estive.

Estou praticamente certo de que eu não sou daqui, ou estou deslocado no tempo ou no espaço, ou em ambos os dois.

Rádio Absolute 80´s

Separador

sábado, dezembro 31, 2011

O ano já acabou?

31 de dezembro.
Muitos se preparam para daqui a pouco executarem o mesmo ritual dos anos antereiores.

Todos sabemos que o tempo é linear e que nós o fragmentamos para a nossa conveniência.
Mesmo sabendo que nada acontece de fato na "virada do ano", daqui a pouco muitos se lançarão em rituais inúteis, por tradição.
É justo, trabalhamos o ano inteiro. Afinal, todos gostamos de diversão, e nem só de trabalho vive o homem.
É tudo muito bonito, tirando o fato de que muitos se endividam para cumprir essa tradição.O engraçado é que muitos desses que se endividam para cumprir o ritual fazem promessas (vãs) de controlar as finanças pessoais no "ano vindouro".

Logo, logo, muitos estarão entrando adendrando o mar para deixar oferendas, isso porque o ano passado eles não fizeram a coisa com fé, mas agora vaí.
Outros tantos estarão se empanturrando de lentilhas (mesmo não gostando destas) atrair boa sorte no âmbito financeiro.

Alias, como é que o governo não pensou nisso?
Distribuir Lentilhas no dia 31/12 para a população carente, com isso combate-se a fome (mesmo que por uma dia e uma única refeição) e tira milhões da linha de pobreza, da miséria.

O lado tristes deste dia é que muitos irão se suicidar por não agüentarem (1) a pressão de estarem só.
Mas estes são apenas uma meia duzia de dêz ou vinte fracos que, se tivessem entendido que essas datas fazem mais bem para o comércio do que para o indivíduo não dariam cabos da própria vida.

Feliz "ano novo".

(1) Não estou nem ai para o acordo ortográfico, gastei fosfáto para aprender não vou agora "desaprender" sem lutar, não mesmo!

Sonhos do AJ - Episódio 03

Sonhei que eu estava vindo não sei de onde e me  dirigia para a minha casa em um carro velho. Virei uma curva à esquerda, era descida. Não ...